• Pitch Gov.SP

    Governo e Startups em parceria para solucionar desafios de interesse público

    Inscreva sua startup

O que é o Pitch Gov.SP?

Como juntar startups, novas tecnologias, soluções inovadoras e desafios de interesse público? O Pitch Gov.SP surgiu para responder essa pergunta.

Pitch é uma apresentação curta em que empreendedores explicam suas idéias e soluções a possíveis investidores, compradores ou parceiros. O Pitch Gov.SP surgiu para que esses empreendedores pudessem oferecer as suas soluções a representantes do governo, solucionando desafios das mais diversas áreas, de educação a transparência.

O Governo do Estado de São Paulo, ou Gov SP, sempre atento a inovações e novas tecnologias sendo desenvolvidas, editou o Decreto 61.492/2015, com redação alterada pelo Decreto nº 62.711/2017, para regulamentar a apresentação, análise e teste de soluções inovadoras e, em parceria com a Associação Brasileira de Startups, criou o Pitch Gov.SP.

A primeira edição do programa, que aconteceu em 2015, trouxe desafios nas áreas de Educação, Saúde e Facilidades ao cidadão apresentados pelas secretarias e órgãos de governo. 304 startups apresentaram soluções e, ao final, 9 empresas testaram seus produtos em parceira com o governo, implementando suas propostas para melhorar os serviços públicos e facilitar a vida dos cidadãos.

A Subsecretaria de Parceria e Inovação, ligada à Secretaria de Governo, é a responsável por coordenar o programa que já foi um sucesso em sua primeira edição. Não deixe de conhecer mais sobre as empresas participantes e os testes realizados.

Conheça mais sobre a primeira edição

Como participar?

O Pitch Gov.SP tem como objetivo juntar novas empresas com soluções inovadoras com desafios de interesse público em diversas áreas.

Na primeira edição, contamos com a inscrição de 304 jovens empresas de tecnologia de várias partes do Brasil e do mundo.

Para a segunda edição, serão consideradas inscrições de empresas ou entidades com cadastro nacional de pessoas jurídicas (CNPJ) há menos de 7 (sete anos).

Cumprindo esse critérios, é só seguir o passo a passo:

  1. Ler cuidadosamente o edital e encontrar o desafio (ou desafios!) que as soluções que a sua empresa está testando é capaz de resolver.
  2. Preencher o formulário de inscrição e, enviar até 15 de outubro, uma apresentação em PDF que descreva detalhadamente a solução e demonstrando como o desafio será enfrentado. É necessário realizar uma inscrição para cada área que se propõem a solucionar.
  3. Aguardar a análise e seleção dos interessando, seguindo os critérios definidos no Edital:
    1. Maturidade da empresa, considerando faturamento anual e investimentos recebidos;
    2. Modelo de negócios, considerando viabilidade técnica, capacidade de escalonamento e modelo de monetização;
    3. Equipe, considerando experiência profissional e acadêmica, além de complementaridade técnica e diversidade de gênero;
    4. Compatibilidade com o desafio proposto, inovação e singularidade da proposta e benefícios esperados.
  4. Caso a sua empresa seja uma das 16 selecionadas, realizar uma apresentação de 5 minutos, o esperado pitch, no evento Pitch Gov.SP 2.0 que contará com representantes do Governo, investidores, especialistas de mercado e parceiros;
  5. Em parceria com o órgão que apresentou o desafio, construir um plano de trabalho e assinar um convênio, sem repasse de recursos, para a realização de teste de solução inovadora.

Tire suas dúvidas aqui ou entre em contato conosco

 

OS DESAFIOS

Nessa edição, teremos desafios em 8 áreas, com a participação de 11 órgãos ou entidades do governo que definiram seus desafios. Confira aqui um resumo aqui e veja mais informações no nosso edital.

A) Educação (melhor detalhados no Anexo I):
I. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Desafio 1. Como potencializar as atividades de reforço e recuperação nas escolas, através do uso de tecnologia?
Desafio 2 . Como realizar a supervisão de infraestrutura das escolas à distância?
Desafio 3. Como melhorar o compartilhamento de boas práticas entre as escolas da rede e entre as Diretorias de Ensino, de forma a englobar também a participação de alunos?
Desafio 4. Como implementar um sistema de tutoria virtual para os professores e funcionários? (EFAP/DETED)
Desafio 5. Como utilizar a tecnologia para fornecer programas de aprendizagem complementar para alunos com autismo?

II. Centro Paula Souza

Desafio 6. Como viabilizar um registro automático da presença ou ausência dos alunos nas aulas?
Desafio 7. Como atender, registrar e acompanhar grandes volumes de manifestações de alunos que acessam hoje o Fale Conosco?
Desafio 8. Como dar acompanhamento a um aluno egresso durante o primeiro emprego?
Desafio 9. Como dar acompanhamento à gestão da qualidade dos alimentos produzidos pelas nossas cozinhas e servidos nas nossas escolas?
Desafio 10. Como prover um sistema de segurança às escolas visando garantir integridade dos alunos e do patrimônio físico?
Desafio 11. Como disponibilizar um sistema de acompanhamento da evolução do conteúdo, de acordo com o plano de ensino do professor?

B) Estatística e Análise de Dados (melhor detalhados no Anexo II):
Fundação SEADE - Sistema Estadual de Análise de Dados

Desafio 12. Como o cidadão pode utilizar informações estatísticas existentes nas bases do Seade para criar novos negócios e melhorar os serviços públicos?
Desafio 13. Como extrair dados demográficos de imagens e documentos, para sua inserção e vinculação a um banco de dados?

C) Finanças Públicas (melhor detalhados no Anexo III):
Secretária da Fazendo do Estado de São Paulo

Desafio 14. Como a SEFAZ pode reduzir a sonegação de impostos, de forma a garantir uma arrecadação constante e consequentemente a qualidade da prestação dos serviços públicos, com melhor uso das informações disponíveis?
Desafio 15. Como o cidadão pode resolver obrigações e dúvidas tributárias sem necessidade de presença no Posto Fiscal da SEFAZ?

D) Habitação (melhor detalhados no Anexo IV):
Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo

Desafio 16. Como prover aos beneficiários dos programas da CDHU informações sobre os serviços urbanos locais e da sua situação contratual?
Desafio 17. Como estabelecer uma rede de relacionamento que possa auxiliar os gestores condominiais dos empreendimentos habitacionais da CDHU a compartilhar e adotar práticas exitosas, bem como estimular novas iniciativas de gestão e sustentabilidade?

E) Saneamento e Energia (melhor detalhados no Anexo V):
Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo

Desafio 18. Como possibilitar ao usuário autogestão eficiente do consumo de água, gás e energia elétrica?
Desafio 19. Como fomentar o desenvolvimento sustentável, por meio da autogeração de energia, reúso de água e reciclagem de resíduos?
Desafio 20. Como ampliar e facilitar o acesso dos usuários à Arsesp e às discussões do processo regulatório, indo além do registro de reclamações nas áreas de Serviço e da Ouvidoria?

F) Saúde (melhor detalhados no Anexo VI):
Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Desafio 21. Como diminuir o número de abstenções em consultas ou procedimentos agendados?
Desafio 22. Como utilizar inteligência artificial para identificar possíveis epidemias e direcionar estratégias para controle das doenças?
Desafio 23. Como agilizar o procedimento de triagem dos pacientes em unidades de saúde?
Desafio 24. Como tornar o monitoramento de doenças mais eficiente e disseminar informações técnicas e confiáveis por meio de aplicativos para auxiliar na prevenção de doenças?
Desafio 25. Como automatizar a distribuição dos recursos ambulatoriais?
Desafio 26. Como concentrar em um único portal todas as informações dos pacientes?

G) Transparência e Controle Interno (melhor detalhados no Anexo VII):
I. Corregedoria Geral da Administração

Desafio 27. Como otimizar a identificação de condutas ilícitas de agentes públicos e empresas utilizando as bases de dados disponíveis?
Desafio 28. Como monitorar licitações e contratos buscando integrar base dados abertos com bases da SEFAZ (BEC, SIAFEM) e JUCESP para detectar fraudes e indícios de irregularidades de empresas prestadoras de serviço e fornecedoras de produtos ao Estado?
Desafio 29. Como automatizar a análise dos itens necessários e do checklist adotada pela CGA para verificação de procedimentos licitatórios?
Desafio 30. Como desenvolver canal de comunicação exclusivo para que os agentes públicos tenham contato direto com a CGA?

II. Ouvidoria Geral da Administração

Desafio 31. Como o cidadão pode ter acesso às informações do cadastro de serviços oferecidos pelo Governo do Estado de São Paulo (Guia de Serviços Públicos) localizando os serviços e as informações de forma simples, rápida e intuitiva?
Desafio 32. Como potencializar o acesso à Rede de Ouvidorias para que os cidadãos tenham um canal de relacionamento mais eficiente no qual possam fazer suas manifestações (críticas, reclamações, denúncias, sugestões e elogios), recebam respostas e acompanhem o andamento de suas solicitações, de forma transparente, ampliando também a governança do sistema pela equipe de ouvidores?

H) Transportes (melhor detalhados no Anexo VIII):
I. Agência de Transporte do Governo do Estado de São Paulo

Desafio 33. Como melhorar os serviços prestados pelas concessionárias e a fiscalização executada pela ARTESP com uso de informações do sistema de rodovias?
Desafio 34. Como garantir a comunicação entre os usuários, a Artesp e as Concessionárias em qualquer ponto das rodovias concedidas, seja através de redes de Telefonia, Redes sem fio, Rádio Web e/ou Rádio FM ou outra tecnologia possível?
Desafio 35. Como facilitar a implantação de arrecadação automática de pedágio conforme trecho percorrido?
Desafio 36. Como realizar de forma mais rápida e fácil a pesagem de veículos nas rodovias?
Desafio 37. Como melhorar os serviços de transporte coletivos intermunicipais de passageiros?

II. Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

Desafio 38. Como garantir que as melhores intervenções viárias estão sendo adotadas, nos pontos corretos, conciliando mobilidade, segurança, custo e efetividade?
Desafio 39. Como diagnosticar de forma mais efetiva as causas dos acidentes?
Desafio 40. Como viabilizar iluminação mais eficiente e econômica para vias municipais e rodovias?
Desafio 41. Como engajar a sociedade em prol de um trânsito mais seguro?
Desafio 42. Como implementar formas alternativas de desestimular a má conduta, incentivando atitudes adequadas no trânsito?

Dúvidas Frequentes

1. O que é uma startup?

Startups são empresas em fase inicial que desenvolvem produtos ou serviços inovadores, com potencial de rápido crescimento.

2. O que é um pitch?

Pitch é uma apresentação rápida em que o empreendedor apresenta o seu negócio de forma clara e concisa.

3. Por que promover um evento como o Pitch Gov.SP no Governo do Estado de São Paulo?

O Governo do Estado de São Paulo tem estado atento às soluções tecnológicas inovadoras que, a todo momento, têm sido desenvolvidas para resolver ou contribuir com diversos problemas e necessidades da sociedade. O Pitch Gov.SP procura aproximar essas soluções dos desafios enfrentados pelo setor público.

4. Como foram definidos os desafios?

11 órgãos ou entidades do Governo, com o apoio da Secretaria de Governo, definiram prioridades e construíram os principais desafios que poderiam se beneficiar de novas soluções tecnológicas.

5. Quem pode participar do evento?

Podem participar startups que possuam Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica há no máximo 7 anos e que apresentem uma ou mais soluções nas áreas indicadas, sendo observada a conexão com os desafios propostos.

6. Se eu tenho uma solução para uma das oito grandes áreas que não se enquadra nos desafios propostos, posso participar?

Sim, sem problemas! Só é importante perceber que, entre os critérios avaliados na seleção, há uma pontuação para conexão ao desafio. Se a sua solução não estiver diretamente conectada, não ganha esses pontos.

7. Serão priorizadas startups que responderam a múltiplos desafios?

Não. As soluções serão analisadas de acordo com a conexão a um dos desafios, mas as startups devem se cadastrar indicar todos os desafios que se relacionam com a solução proposta.

8. Quão desenvolvida precisa estar a solução para que minha startup possa participar?

O Pitch Gov.SP quer trazer soluções concretas que possam ser implementadas de imediato. Por isso, serão consideradas apenas aquelas soluções que já possuem protótipos funcionais.

9. Quantas soluções serão selecionadas?

Serão selecionadas 16 soluções que serão apresentadas no evento Pitch Gov.SP em novembro. Depois, elas serão convocadas para a formalização de convênio e realização dos testes.

10. Como as soluções serão implementadas após o evento?

As soluções selecionadas poderão ser testadas de acordo com a escolha dos órgãos e entidades envolvidas. Para isso, será criado um plano de trabalho e formalizado um convênio, sem repasse de recursos financeiros. Assim, as startups terão a chance de utilizar a estrutura dos órgãos para testar as suas soluções.

11. Qual o benefício para as startups que assinarem o convênio?

O convênio será formalizado na fase de teste da solução e não prevê repasse de recursos. Ainda nesta fase o Governo irá analisar as necessidades de cada uma das startups selecionadas e buscará outras formas de apoio. Caso haja interesse da secretaria e dos órgão responsáveis na continuidade das parcerias, a contratação das soluções será estudada caso a caso.

PITCH GOV.SP FAPESP

E se, além do soluções inovadoras já existentes, você ainda pudesse desenvolver pesquisas com a sua startup?

Pitch Gov.SP FAPESP

Nem todas as soluções conseguem ser testadas de imediato e algumas precisam de apoio para desenvolvimento e pesquisa. Por isso está sendo lançado o Pitch Gov.SP FAPESP, unindo a estrutura de testes do Pitch Gov.SP com o financiamento de pesquisa do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP.

Para essa edição, os desafios serão focados na área de saúde e poderão ser enviadas propostas por empresas de pequeno porte (até 250 funcionários) que tenham sua área de pesquisa em São Paulo até o dia 04 de dezembro de 2017. Qualquer dúvida basta entrar em contato com o e-mail chamada_pitchgov@fapesp.br

Fale Conosco

* Campos de preenchimento obrigatório

Parceria e realização

Governo do Estado de São Paulo
Associação Brasileira de Startups
PRODESP
SEBRAE SP